Cursos 24 Horas - Cursos 100% Online com Certificado
Cursos Online com Certificado - Cursos 24 Horas - Matricule-se!

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Conheçam uma das maiores aberrações do movimento pestecostal do Brasil, Pastor Lucinho que se se autointitula “uma das referências atuais da juventude brasileira”.





Lúcio Barreto Júnior, conhecido como Pastor Lucinho, aparece em vídeos contando como atacou o que chama de “centro de macumba”. Em uma das gravações, ele incentiva a violência policial: “Não dá pouco tiro não, dá muito tiro, descarrega, sapeca tiro no povo”



Vejam vídeo onde o boquirroto corrobora sua ignorância em um livro da Idade do Bronze e pior, não faz o que prega como todo pastor evangélico só lê aquilo que lhe interessa.



Em um de seus vídeos, ele assume que coordenou um grupo de adolescentes para atrapalhar um evento que chamou de “festa do capeta” em um “centro de macumba”. “Vamos dar um busca e apreensão no preto velho”, afirmou.

Vejam vídeo



Dirigentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em São Paulo comentaram recentemente o polêmico vídeo em que o pastor Lucinho Barreto, líder da Mocidade da Igreja Batista da Lagoinha (IBL) em Belo Horizonte, afirma que policial em serviço deve dar “muito tiro” em bandido. Para os representantes da OAB, o pastor pode ser enquadrado no crime de apologia à violência, previsto no Código Penal Brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1) Dê a sua opinião, qualquer que seja
2) Respeite a opinião alheia, qualquer que seja
3) Mantenha-se no tema
4) Mantenha-se no campo dos argumentos
5) Não ofenda os demais participantes (isso inclui o jornalista)
6) Não incite a violência, a intolerância ou o preconceito contra ninguém, sob nenhum pretexto
7) Não use caixa alta. No mundo virtual, isso é grito
8) Idealmente, procure usar argumentos que não foram dados previamente ao longo da discussão
9) O comentarista tem a responsabilidade legal sobre o que escreveu. Use seu comentário com inteligência.