Cursos 24 Horas - Cursos 100% Online com Certificado
Cursos Online com Certificado - Cursos 24 Horas - Matricule-se!

Desconto Especial para Fãs do PIGN - Lojas Renner

B02 - 468x60 calças

domingo, 18 de junho de 2017

O lixo midiático que além de apoiar as quadrilhas que deram um golpe em nossa democracia, hoje tentam reverter o caos passando-se por vítimas como foi o caso de Miriam Leitão, a apedeuta inútil que ajudou a acirrar o ódio no Brasil.

“Impeachment ou caos”: 12 momentos vergonhosos em que a mídia garantiu que o golpe salvaria o Brasil

Artigo fantástico do colunista Pedro Zambarda de Araújo no DCM




Joesley Batista contou na Época o que todo o mundo com meio neurônio já sabia: Temer é um chefe de gangue.

No entanto, cheios de amor e de esperança, querendo agradar seus patrões a todo custo, jornalistas fizeram previsões furadas e propaganda desse governo, baseados no mais puro wishful thinking e, eventualmente, canalhice.

A ideia era vender a ideia de o golpe não era golpe e que a destituição de Dilma “ia tirar o Brasil do buraco”, tese consagrada por Eliane Cantanhêde, uma espécie de porta voz terceirizada de Temer.

Em abril, numa entrevista a uma rádio, ela disse seguinte: “Conversei com o Michel Temer nessa semana. Ele está muito seguro e muito sereno. Fala que está pronto para assumir a responsabilidade, que é tirar o país do buraco. O Michel Temer, por ter mais gás, parece ter chances de conseguir”.

Confira uma seleção de 12 promessas que a mídia fez e os midiotas acreditaram.

Leia mais: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/impeachment-ou-caos-12-momentos-vergonhosos-em-que-a-midia-garantiu-que-o-golpe-salvaria-o-brasil/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1) Dê a sua opinião, qualquer que seja
2) Respeite a opinião alheia, qualquer que seja
3) Mantenha-se no tema
4) Mantenha-se no campo dos argumentos
5) Não ofenda os demais participantes (isso inclui o jornalista)
6) Não incite a violência, a intolerância ou o preconceito contra ninguém, sob nenhum pretexto
7) Não use caixa alta. No mundo virtual, isso é grito
8) Idealmente, procure usar argumentos que não foram dados previamente ao longo da discussão
9) O comentarista tem a responsabilidade legal sobre o que escreveu. Use seu comentário com inteligência.